RSS

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Dinâmica: Estou Entendendo?

Objetivo: Refletir sobre a repetição mecânica da oração do Pai Nosso.

Material: cópias do texto “Pai Nosso Dialogado”.

Procedimento:
- Peçam aos alunos para recitar o Pai Nosso.
- Perguntem: Entendemos o que significada cada expressão?
- Distribuam para os alunos cópias do “Pai Nosso Dialogado”.
- Escolham duas pessoas para representar o Cristão e Deus.
- Procedam com a leitura do “Pai Nosso Dialogado”(postado abaixo).
- Leiam Mateus 7.7.
Por Sulamita Macedo.


PAI NOSSO DIALOGADO

CRISTÃO: “Pai nosso que estais no céu...”
DEUS: Sim? Estou aqui.
CRISTÃO: Por favor, não me interrompa. Estou rezando!
DEUS: Mas você me chamou!
CRISTÃO: Chamei? Eu não chamei ninguém. Estou rezando. “Pai nosso que estais no céu...”
DEUS: Aí, você chamou de novo.
CRISTÃO: Fiz o quê?
DEUS: Me chamou. Você disse: Pai nosso que estais no céu. Estou aqui. Como é que posso ajudá-lo? 
CRISTÃO: Mas eu não quis dizer isso. É que estou rezando. Rezo o Pai Nosso todos os dias. Sinto-me bem rezando assim. É como se fosse um dever. E não me sinto bem até cumpri-lo...
DEUS: Mas como podes dizer Pai Nosso, sem lembrar que todos são seus irmãos? Como podes dizer que estais no céu, se você não sabe  o que é céu ?
CRISTÃO: É, realmente. Ainda não havia pensado nisso.
DEUS: Mas, prossiga sua oração.
CRISTÃO: “Santificado seja o Vosso nome...”
DEUS: Espere aí! O que você quer dizer com isso?
CRISTÃO: Quero dizer... quer dizer, é... sei lá o que significa!  Como é que vou saber? Faz parte da oração, só isso!
DEUS: Santificado significa digno de respeito. Santo. Sagrado.
CRISTÃO: Agora entendi. Mas nunca havia pensado no sentido dessa palavra SANTIFICADO...
"Venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu..."
DEUS: Está falando sério?
CRISTÃO: Claro! Por que não?
DEUS: E o que você faz para que isso aconteça?   
CRISTÃO: O que faço? Nada! É que faz parte da oração.  Além disso, seria bom que o Senhor tivesse um controle de tudo o que acontecesse no céu e na terra também.
 DEUS: Tenho controle sobre você?
CRISTÃO: Bem, eu freqüento a igreja!
DEUS: Não foi isso que Eu perguntei. Que tal o jeito que você trata os seus irmãos, a maneira com que você gasta o seu dinheiro, o muito tempo que você destina as coisas, as propagandas que você corre atrás, e o pouco tempo que você dedica a Mim?   
CRISTÃO: Por favor. Pare de me criticar!
DEUS: Pensei que você estava pedindo para que fosse feita a minha vontade. Se isso for acontecer tem que ser com aqueles que aceitam a minha vontade.
CRISTÃO: Está certo, tem razão. Acho que nunca aceito a sua vontade, pois reclamo de tudo: se manda chuva, peço sol; se manda o sol reclamo do calor; se manda frio, continuo reclamando; se estou doente peço saúde, mas não cuido dela, deixo de me alimentar ou como muito...
DEUS: Ótimo reconhecer tudo isso. Vamos trabalhar juntos Eu e você, mas olha, você terá vitórias e derrotas. Eu estou gostando dessa nova atitude sua.  
CRISTÃO: Olha Senhor, preciso terminar agora. Esta oração está demorando muito mais do que costuma ser. Vou continuar:  "o pão nosso de cada dia, nos dai hoje..."
DEUS: Pare aí! Você está me pedindo pão material? Não só de pão vive o homem, mas também da minha palavra. Quando me pedires o pão, lembre-se daqueles que nem conhecem pão. Pode pedir-me o que quiser, desde que me veja como um Pai amoroso! Eu estou interessado na próxima parte de sua oração. Continue!  
CRISTÃO: "Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido.”
DEUS: E o seu irmão desprezado?
CRISTÃO: Está vendo? Olhe Senhor, ele já me criticou várias vezes e não era verdade o que dizia. Agora não consigo perdoar. Preciso me vingar.
DEUS: Mas, e sua oração? O que quer dizer sua oração? Você me chamou, e Eu estou aqui. Quero que saias daqui transformado. Estou gostando de você ser honesto. Mas não é bom carregar o peso da ira dentro de você, não acha?     
CRISTÃO: Acho que iria me sentir melhor se me vingasse!
DEUS: Não vai não! Vai se sentir pior. A vingança não é tão doce quanto parece. Pense na tristeza que me causaria, pense na sua tristeza agora. Eu posso mudar tudo para você. Basta você querer.
CRISTÃO: Pode? Mas como?
DEUS: Perdoe seu irmão, Eu perdoarei você e te aliviarei.
CRISTÃO: Mas Senhor, eu não posso perdoá-lo.
DEUS: Então não me peças perdão também!
CRISTÃO: Mais uma vez o Senhor está certo! Mais do que quero vingar-me, quero a paz com o Senhor. Está bem, está bem, eu perdôo a todos, mas ajude-me Senhor. Mostre-me o caminho certo para mim e meus inimigos.
DEUS: Isto que você pede é maravilhoso. Estou muito feliz com você.  E você como está se sentindo?   
CRISTÃO: Bem, muito bem mesmo! Para falar a verdade, nunca havia me sentido assim! É tão bom falar com Deus.
DEUS: Ainda não terminamos a oração. Prossiga...
CRISTÃO: "E não nos deixeis cair em tentações, mas livrai-nos do mal..." DEUS: Ótimo, vou fazer justamente isso, mas não se ponha  em situações onde possa ser tentado. 
CRISTÃO: O que quer dizer com isso?
DEUS: Deixe de andar na companhia de pessoas que o levam a participar de coisas sujas, intrigas, fofocas. Abandone a maldade, o ódio. Isso tudo vai levá-lo para o caminho errado.  Não use tudo isso como saída de emergência!
CRISTÃO: Não estou entendendo!
DEUS: Claro que entende! Você já fez isso comigo várias vezes. Entra no erro, depois corre para me pedir socorro.   
CRISTÃO: Puxa, como estou envergonhado!
DEUS: Você me pede ajuda, mas logo em seguida volta a errar de novo, para mais uma vez vir fazer negócios comigo!
CRISTÃO: Estou com muita vergonha, perdoe-me Senhor!
DEUS: Claro que perdôo! Sempre perdôo a quem está disposto a perdoar também. Mas não esqueça, quando me chamar, lembre-se de nossa conversa, medite cada palavra que fala! Termine sua oração.              
Autor desconhecido.

13 comentários:

Anônimo disse...

O QUE É PAI NOSSO DIALOGADO??

Amanda disse...

Não entendi essa dinâmica? Não tem um texto para acompanhá- la? Qual mesmo é a finalidade da dinâmica?

Amanda disse...

Não entendi essa dinâmica? Não tem um texto para acompanhá- la? Qual mesmo é a finalidade da dinâmica?

Jussara Ventura disse...

Muito boa a dinâmica!
O texto reflexivo é muito bom, rsrsrsrsrs...
Parabéns!
Q Deus continue te abençoando.

Anônimo disse...

TBEM NÃO ENTENDI O QUE É PAI NOSSO DIALOGADO

E ONDE ENTRA O CRISTÃO E DEUS NA DINAMICA, PODE EXPLICAR POR FAVOR?


MARCIA

Sulamita disse...

O texto "Pai Nosso Dialogado" está logo abaixo da dinâmica.

Anônimo disse...

não entendi a dinamica,nem o pai nosso dialogado pode explicar po favor? tbém não o localicei abaixo do texto(o pai nosso dialogado)

Anônimo disse...

AMEI O TEXTO PAI NOSSO DIALOGADO...PARABENS DEUS TEM TE USADO DE FORMA EXTRAORDINÁRIA...NUNCA TINHA VISTO ESTA ORAÇÃO NESSA FORMA......GOSTARIA ATÉ DE POSTAR PARA OS MEUS AMIGOS .....QUE DEUS CONTUNUE TE ABENÇOANDO.....
E AOS QUE ÑÃO ENTENDERAM LEIA A REFLEXÃO E ENTENDERÃO......

enoque disse...

querida irmã, seus subsídios tem sido de grande valia, Deus te abençoe e te dê mais e mais de sua graça e sabedoria, a proposito, a dinamica Estou entendendo? é muito boa, sei que será muito proveitosa, parabens, obrigado!

Anônimo disse...

Queridos, também não estava entendendo onde estava o texto de reflexão: Pai Nosso dialogado, porque subentende-se que esta incluido ou ve junto com a dinamica, mas ele se encontra no lado direito da tela nos Posts anteriores, clique em Texto de Reflexão: Pai Nosso Dialogado. Espero ter ajudado!!
A paz do Senhor para todos!!!

Anônimo disse...

irmã gostei muito do texto dialogado e que Deus continue te usando para nossa meditação PARABENS deixa DEUS te usar.

Célio disse...

PAI NOSSO DIALOGADO

Cristão (C): Pai nosso que estás nos céus...
Deus (D): Sim.

C: Não me interrompas, estou orando.
D: Mas tu me invocaste...

C: Eu te invoquei ? Ora, acho que não. Nós constumamos orar
assim: "Pai nosso que estás no céu..."
D: Vês ? De novo. Estás me invocando para iniciares um diálogo ou ...? Então, qual é o teu problema ?

C: Santificado seja o teu nome...
D: Consideras seriamente isto ?

C: O que devo considerar seriamente ?
D: Que queres santificar seriamente meu nome. O que significa para ti ?

C: Significa... ahm... quero dizer... Minha nossa! Não sei.
D: Significa o seguinte: que queres honrar-me. Que Eu tenho realmente importância única para ti.

C: Ah! Compreendo... "Venha o Teu reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu...
D: E tu ? Em que colaboras para que isso aconteça ?

C: Que a Tua vontade seja feita ? Bem, eu vou à igreja, contribuo regularmente com a comunidade...
D: Eu quero mais: que a tua vida esteja em ordem. Que tuas manias que irritam os outros desapareçam. Que aprendas a pensar a partir dos outros e em direção deles. Que todos conheçam a Jesus; seja o teu médico, teu chefe... Quero que doentes sejam curados; famintos, alimentados; enlutados, consolados; aprisionados sejam libertos. Pois tudo o que fizeres por eles, isso o fazes por mim.

C: E por que é exatamente a mim que dizes isso ? Se soubesses quantos hipócritas existem por ai...
D: Desculpe-me. Eu pensei que oravas sinceramente para que o meu reino e a minha vontade seja feita. Pois bem, isso deve iniciar particularmente contigo que oras. Eu poderei fazer de ti um mensageiro.

C: Isso faz sentido... Permites que eu continue a orar ? "O pão nosso de cada dia nos dá hoje..."
D: Mas tu tens bastante... Teu pedido subentende a obrigação de fazeres algo para que milhões de necessitados desse mundo recebam seu suprimento diário.

C: "E perdoa as nossa ofensas, assim como nós também perdoamos a quem nos tem ofendido..."
D: E aquele teu colega ?

C: Tinha que mencioná-lo ? Tu sabes que ele me rebaixou publicamente; me trata com arrogância e não me leva a sério como colaborador. Faz gato e sapato de mim. É um tipo que...
D: Eu não sei. Mas e a tua oração ?

C: Mas não é nesse sentido que estou orando.
D: Ao menos és sincero. Escuta: tens prazer em andar por aí com a mente cheia de amarguras e desprezo ?

C: Não, isso me deixa doente.
D: Eu quero curar-te. Perdoa-o e eu te perdoarei. Então, o orgulho e o ódio serão pecados dele, e não mais teus. Talvez perca dinheiro, talves status, mas isso vai trazer-te paz ao coração.

C: Bem, não sei se tenho forças para tanto...
D: Eu te ajudarei.

C: "E não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal..."
D: Gosto de fazer isso. Então, evita situações e pessoas pelas quais tu possas cair em tentação.

C: Como assim ?
D: Conheces teus pontos fracos em relação às finanças, à sexualidade, agressividade, hipocrisia... Não dês chance ao tentador.

C: Acho que esse foi o Pai Nosso mais difícil que já orei. Mas pela primeira
vez teve relação direta com minha vida diária.
D: Muito Bem. Agora estamos fazendo progresso. Podes terminar a tua oração.

C: "Pois Teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém.
D: Sabes o que Eu acho lindo ? Que homens como tu comecem a me levar a sério, a orar sinceramente, a me seguir fazendo a minha vontade quando notam que o seu agir para a vinda do meu reino, em última análise, os fazem felizes.

(Clyde L. Hering

Anônimo disse...

Obrigada pela ajuda. Vou usar o texto: Pai nosso dialogado na minha aula de Educação Religiosa. Seu blog é rico em sugestões. Parabéns, e que Deus continue abençoando-a.
Abraço
LN