RSS

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Adultos: Jesus, o Homem Perfeito – O Evangelho de Lucas, o médico amado
Lição 04: A Tentação de Jesus

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!.
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: A Tentação de Jesus.
- Trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Tesouro Escondido” ou “Luz do Mundo”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Tesouro Escondido
Objetivo: Incentivar a leitura bíblica e a observância da Palavra de Deus, como parâmetro para resistir às tentações.
Material:
01 Bíblia pequena
01 caixa em forma de coração.
Observação: A Bíblia deve caber dentro da caixa em forma de coração
Procedimento:
1 - Antes da aula:
Coloquem a Bíblia dentro da caixa, deixando a tampa bem fechada, se necessário usem durex. Realizem esta ação ainda em casa, para que os alunos não vejam o conteúdo.
2 - Durante a aula:
- Falem que dentro da caixa há um objeto e vamos ver quem descobre?
 - Passem a caixa para cada aluno, para que descubram o que há dentro; orientem que podem balançar a caixa, mas não podem abri-la.
- Se alguém descobrir, abram a caixa, mostrem a Bíblia e leiam Salmo 119:11: “Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti”.
Peçam para que os alunos repitam este versículo.
- Se não descobrirem o conteúdo da caixa, façam o mesmo procedimento do item anterior.
- Para concluir, falem sobre a importância da leitura bíblica e da obediência a Palavra de Deus, para resistir as tentações, pois elas aparecerão, mas quem está firmado na Palavra não cede as tentações.
Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Luz do Mundo
Objetivo:
Refletir sobre a atitude do crente como luz do mundo.
Material:
01 prato transparente
01 copo transparente
 01 vela
Água
01 caixa de palito de fósforos ou isqueiro
Procedimento:
- Falem que o crente é luz do mundo e acendam a vela e a coloquem no centro do prato, em posição vertical, observando se a mesma está firme.
- Coloquem a água no prato, tendo cuidado para não transbordar. Falem que o crente, representando pela vela acesa, é luz do mundo. O meio em vivemos está simbolizado pelo prato e a água é a Palavra de Deus. Leiam Ef. 5.26.
- Falem ainda, que estamos no mundo, mas temos a Palavra de Deus como guia na vida cristã, além de gozarmos da purificação, santificação. Leiam Sl. 119.105.
- Falem ainda, que o copo representará aquilo que pode apagar nossa luz, como: a desobediência, não vencer as tentações, a prática de coisas ilícitas etc. Então, em seguida, coloquem o copo emborcado sobre a vela.
- Perguntem: O que aconteceu? Mostrem para os alunos as reações ocorridas.
Além da vela ter se apagado, toda a água foi sugada para dentro do copo! Que lições podemos tirar deste procedimento?
- Para finalizar, leiam: Mt 5. 14 a 16 e Rm 12. 2.
Autoria desconhecida.

Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.
Jovens: Jesus e o seu tempo – Conhecendo o contexto da sociedade judaica nos tempos de Jesus
Lição 04: Jesus e a Lei

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Jesus e a Lei.
- Depois, trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Para concluir, apliquem a dinâmica “O Mandamento do Amor”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Mandamento do Amor
Objetivo: Apresentar os 10 mandamentos e enfatizar que se resumem em amar a Deus e ao próximo.
Material:
01 relação dos 10 mandamentos(Ex 20:3-17) e recorte cada um
Palavras digitadas: Amor, Deus, Próximo
01 coração de tamanho médio (vermelho) feito de cartolina ou EVA
01 coração pequeno para cada aluno
01 quadro branco ou outro tipo
Procedimento:
- Distribuam os 10 mandamentos(Ex 20:3-17) separados para 10 alunos.
- Peçam para que os alunos apontem quais os mandamentos que se referem a Deus e ao próximo.
- Dividam o quadro em 02 colunas, numa escreva DEUS, na outra a palavra PRÓXIMO.
Peçam para que os alunos fixem, com fita adesiva, o mandamento na coluna que ele escolher.
Espera-se que o resultado seja este: os 04 primeiros fazem referência a Deus e 06 últimos ao próximo.
Não terás outros deuses diante de mim
Não farás para ti imagem de escultura
Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão
Santificarás o sábado
Honra a teu pai e a tua mãe
Não matarás
Não adulterarás
Não furtarás
Não dirás falso testemunho
Não cobiçarás
- Depois, solicitem que leiam Marcos 12: 30 e 31 e falem que este é o resumo dos 10 mandamentos: Amar a Deus e ao próximo, conforme as palavras de Jesus.
“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes”.
- Falem: Os 4 primeiros mandamentos fazem referência ao relacionamento vertical, isto é, com Deus, a parte espiritual. Os 6 últimos referem-se ao relacionamento horizontal,  com o próximo, a parte social.
- Em seguida, coloquem um coração no alto do quadro e fixem a palavra AMOR.
- Perguntem: A quem amamos?
Aguardem as respostas, que deverão ser variadas como: A Deus, aos pais, irmãos, amigos etc., mas que se resumem em: a Deus e ao Próximo.
- Então, coloquem as palavras DEUS e PRÓXIMO, logo abaixo da palavra AMOR.
- Falem que o AMOR é o que nos motiva a servir a Deus, obedecê-lo e ter atitudes de amor ao próximo.
- Falem: O que fazemos para o próximo é uma evidência do nosso amor a Deus, conforme lemos em I  Jo 3:17-18:
“Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade”.
- Para concluir, entreguem um coração pequeno para cada aluno e peçam para que eles troquem entre si o coração, simbolizando o amor que deve haver entre eles e ao próximo.

Por Sulamita Macedo.
Pré-adolescentes – Currículo do Ano 1: Quem Sou
Lição 04: “Filho de Deus”

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: “Filho de Deus”.
- Depois, apliquem a dinâmica “Sou Filho de Deus”.
- Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição sempre de forma participativa e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Sou filho de Deus
Objetivo:
Refletir sobre a forma de se tornar filho de Deus.
Material:
01 giz
Procedimento:
- Desenhem com giz 02 círculos separados, com uma comunicação entre eles como se
fosse uma ponte.
Cada círculo deve caber todos dos alunos.
- Coloquem dentro de um dos círculos todos os alunos. No outro círculo, escrevam a palavra “DEUS”.
- Falem, apontado para os alunos: O pecado separa a humanidade de Deus. Vejam que vocês estão separados de Deus.
- Depois, apresentem o que Deus fez para restabelecer o relacionamento com a humanidade, após o pecado.
Leiam: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3:16).
- Lemos que Deus com seu grande amor providenciou uma solução para que não houvesse mais esta separação.
Em seguida, escrevam na ligação entre os dois círculos a palavra “JESUS”.
- Falem: E agora, vocês continuam separados de Deus! Mas, comecem a citar os nomes dos alunos, falando: Deus amou tanto “Fulano de tal” que...(citando o versículo de João 3. 16)
Nesse momento, o aluno deve passar pela “ponte” que é Jesus e entrar no outro círculo, à medida que o nome dele for citado dentro do versículo.
- Quando todos os alunos estiverem dentro do círculo “Deus”, falem que esta é uma demonstração do grande amor de Deus para com eles e a humanidade.
- Leiam: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”(Romanos 5:8).
- Para concluir, falem que quando aceitamos Jesus como Salvador, tornamo-nos filhos de Deus, conforme lemos em Jo 1.12: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”.
Por Sulamita Macedo.
Adolescentes – Currículo do Ano 1: Adolescentes da Bíblia
Lição 04: Como Pude Desperdiçar meus Talentos

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Iniciem a aula utilizando a dinâmica “Regra não é brincadeira”.
- Apresentem o título da lição: Como Pude Desperdiçar meus Talentos.
- Falem: Esta frase se refere ao personagem bíblico por nome Sansão.
- Falem da história de Sansão, solicitando ajuda dos alunos. Depois, reflitam sobre as atitudes de desobediência deste personagem bíblico.
- Depois, apresentem os demais pontos da lição, sempre de forma compartilhada e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Regra não é brincadeira!
Objetivo: Enfatizar a importância de obedecer às normas.
Material:
O material pode ser improvisado de acordo com o tipo de brincadeira escolhida pelos grupos.
Procedimento:
- Dividam a turma em dois grupos.
- Orientem cada grupo para pensar numa brincadeira ou jogo de infância. As regras deverão ser lembradas e explicadas para o outro grupo.
Estipulem um tempo de no máximo 05 minutos.
- Falem: Agora, cada grupo deverá expor para os colegas qual a brincadeira, as regras e fazer uma demonstração, realizando a brincadeira.
- Depois, perguntem:
Havia alguém que fugia das regras? Caso positivo, havia punição? Por quê?
Havia também alguém que queria mudar as regras para ser favorecido, isto é, ganhar o jogo ou a brincadeira? Qual a atitude do grupo com relação a isto?
- Depois, falem que como nas brincadeiras e jogos, que há regras e punições, também em todo lugar há necessidade de normas para que haja melhor convivência e que nesta vamos estudar sobre o jovem Sansão que deveria cumprir regras e que ele não cumpriu e por isso sofreu as consequências de sua desobediência a Deus.
- Agora, trabalhem o conteúdo proposto na lição.
Por Sulamita Macedo.
Juvenis - Currículo do Ano 1: Questões Difíceis dos Nosso Tempo
Lição 04: A Legalização das Drogas, uma ideia maligna

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
- Apresentem o título da lição: A Legalização das Drogas, uma ideia maligna.
- Falem sobre o que é droga, os tipos de drogas e os efeitos no corpo do usuário e as mudanças de comportamento.
- Levem para a classe alguém que já foi dependente ou está em tratamento, para falar:
Como entrou no mundo das drogas.
O que mudou na sua vida pessoal e familiar.
Tratamento da dependência.
Mensagem para a turma.
Vocês também podem levar alguém do PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas. Acesse: www.proerdbrasil.com.br/
- Caso vocês, não consigam alguém para a atividade do item anterior, vocês e os alunos podem conversar sobre situações que já conhecem de pessoas da família, vizinhos, colegas ou de relatos de casos divulgados na mídia, com envolvimento em drogas. O objetivo dessa reflexão é o de conscientizar os alunos quanto aos malefícios do uso das drogas.
Vejam abaixo, indicação de leitura de 02 cartilhas sobre drogas, uma para pais de adolescentes e outra para educadores
- Depois, apresentem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Para concluir, apliquem a dinâmica “Droga é uma droga”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Droga é uma droga
Objetivo: Concluir o estudo sobre drogas.
Material:
01 caneta
02 folhas de papel ofício
Procedimento:
- Organizem os alunos em círculo.
- Falem: Depois do que estudamos e discutimos sobre as drogas, vamos organizar um esquete sobre este tema.
O que é um esquete? Refere-se a uma pequena peça de teatro, com duração de 10 minutos aproximadamente.
- Os alunos devem elaborar o texto de forma conjunta, sob a supervisão e orientação dos professores. É interessante a escolha de um título, vejam esta sugestões: Drogas, tô fora! ou Droga é uma droga!
- Depois do texto elaborado, os alunos devem fazer a encenação, para isto é necessário definir quem serão os atores.
Observação: se possível, em outro domingo os alunos poderiam fazer a encenação para as demais classes da EBD. Para tanto, seria necessário acordar previamente com o superintendente.
Por Sulamita Macedo.


Indicação de Leitura

Sugestão de Leitura sobre Drogas, como abordar o aluno, o filho, o tratamento, orientações, sugestões de filmes etc.

1 - Drogas: Cartilha para pais de adolescentes

Acessem o link abaixo e leiam.


2 - Drogas: Cartilha para educadores

 Acessem o link abaixo e leiam.