RSS

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Adultos: Os Dez Mandamentos – Valores divinos para uma sociedade em constante mudança
Lição 05: Não Tomarás o Nome do Senhor em Vão

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Comecem utilizando a dinâmica “EU SOU O QUE SOU”.
- Depois, trabalhem os pontos levantados na lição de forma participativa e contextualizada.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: EU SOU O QUE SOU
Objetivos:
Introduzir o estudo sobre o 3º. Mandamento: Não Tomarás o Nome do Senhor em Vão.
Promover socialização entre os alunos, através da apresentação do seu nome, seu significado e/ou algo relacionado à escolha dele.
Material:
Lista nominal dos nomes dos alunos.
Papel colorido ou cartolina para escrever o nome do aluno e o significado do nome.
Procedimento:
Antes da aula:
Durante a semana procurem o significado dos nomes dos alunos em livros ou sites específicos.
Organizem em pedaços de papel colorido ou cartolina o nome do aluno e o significado, como no exemplo abaixo:
Sulamita
Que possui a perfeição
A preferida de Salomão
Durante a aula:
- Façam uma surpresa para os alunos, entregando o significado do nome de cada um.
- Peçam para que os alunos expressem o que acharam do significado do nome e o que acham da escolha deste nome para eles/elas.
Para aqueles nomes que vocês não encontraram o significado, perguntem para o aluno quem escolheu esse nome e/ou conte algo relacionado a ele.
Algumas pessoas, nesse momento, se emocionam por lembrarem-se de entes queridos que já partiram ou mesmo por recordarem-se da infância e até de apelidos.
- Depois, falem: A escolha do nome de uma pessoa é muito importante. No Antigo Testamento, o nome das pessoas relacionava-se com suas características e também ao caráter. Alguns personagens bíblicos tiveram seus nomes modificados devido a uma experiência com Deus.
- Falem: Às vezes, nós recebemos apelidos de mau gosto ou por algum fato algumas pessoas façam brincadeiras com o nome e não gostamos deste procedimento e nos incomodamos. E quanto, ao nome de Deus? Há muitas pessoas que usam o nome de Deus de forma indevida.
- Escrevam no quadro: EU SOU O QUE SOU.
- Leiam Ex 3.14 e 15b: “Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi? E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU”.
- Falem: Vemos que o nome de Deus representa o que Ele é e não devemos proferir Seu nome em vão, conforme o 3º. Mandamento: Não Tomarás o Nome do Senhor em Vão. É sobre este mandamento o tema da lição de hoje.
- Agora, comecem o estudo do tema.

Por Sulamita Macedo.
Jovens – Eu Creio - Revelando ao mundo suas Convicções Cristãs
Lição 05: Eu creio na pureza e na castidade

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Eu creio na pureza e na castidade.
- Em seguida, utilizem a dinâmica “Sexualidade”.
- Trabalhem os pontos levantados na lição, apresentando argumentos bíblicos sobre o tema. Proporcionem aos alunos a oportunidade de expor suas ideias e dúvidas.
Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: Sexualidade
Objetivos:
Alertar para a necessidade de saber defender o ponto de vista bíblico sobre a sexualidade, prática sexual etc.
Material:
03 crachás com nome JORNALISTA
Perguntas num envelope(vejam no procedimento)
Procedimento:
1 - Dividam a turma em 03 grupos.
2 – Peçam para que cada grupo escolham um líder. Orientem para que os 03 líderes saiam dos grupos.
3 - Falem que cada grupo receberá um jornalista que fará perguntas sobre o que a bíblia fala sobre sexualidade, castidade etc.
3 - Então, coloquem o crachá com nome JORNALISTA no líder de cada grupo, que também receberão as perguntas que deverão fazer para o grupo.
Perguntas para o grupo 01:
- Praticar sexo é pecado?
- É verdade que a igreja prega que o sexo só deve ser praticado depois do casamento? Argumente.
Perguntas para o grupo 02:
 - Como é feita a orientação sexual na Igreja?
- Os jovens e as pessoas em geral têm acesso fácil a internet. Quais os cuidados que a igreja está tendo quanto ao acesso dos seus membros a sites pornográficos?
Perguntas para o grupo 03:
- Como é feita a orientação sexual na família evangélica?
- Os jovens e as pessoas em geral têm acesso fácil a internet. Quais os cuidados que os pais evangélicos estão tendo quanto ao acesso dos seus filhos a sites pornográficos?
4 - Depois, os “jornalistas” devem apresentar para a turma as respostas dos grupos.
5 - Em seguida, trabalhem os pontos levantados na lição, apresentando argumentos bíblicos, confirmando, acrescentado ou contrapondo, se necessário, com as respostas dos grupos.

Por Sulamita Macedo.
Pré-adolescentes – Currículo do Ano 1: Quem é Deus
Lição 05: O Amor

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Falem: Nesta lição vamos estudar sobre o amor de Deus.
- Falem sobre o amor de Deus através dos personagens bíblicos apresentados na lição.
Procurem, durante o estudo da lição, estimular a participação dos alunos e contextualizem o tema com a vida deles.
- Depois, utilizem a dinâmica “O Amor de Deus”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Amor de Deus
Objetivo:
Refletir sobre o amor de Deus.
Material:
01 giz
Procedimento:
- Desenhem com giz 02 círculos separados, com uma comunicação entre eles como se fosse uma ponte.
Cada círculo deve caber todos dos alunos.
- Coloquem dentro de um dos círculos todos os alunos. No outro círculo, escrevam a palavra “DEUS”.
- Falem, apontado para os alunos: O pecado separa a humanidade de Deus. Vejam que vocês estão separados de Deus.
- Depois, apresentem o que Deus fez para restabelecer o relacionamento com a humanidade, após o pecado.
Leiam: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”(João 3:16).
- Lemos que Deus com seu grande amor providenciou uma solução para que não houvesse mais esta separação.
Em seguida, escrevam na ligação entre os dois círculos a palavra “JESUS”.
- Falem: E agora, vocês continuam separados de Deus! Mas, comecem a citar os nomes dos alunos, falando: Deus amou tanto “Fulano de tal” que...(citando o versículo de João 3. 16)
Nesse momento, o aluno deve passar pela “ponte” que é Jesus e entrar no outro círculo, à medida que o nome dele for citado dentro do versículo.
- Quando todos os alunos estiverem dentro do círculo “Deus”, falem que esta é uma demonstração do grande amor de Deus para com eles e a humanidade.
- Para concluir, leiam: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”(Romanos 5:8).

Por Sulamita Macedo.
Adolescentes - Currículo do Ano 1: Cremos
Lição 05: No Pecado, um problemão

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Para introduzir o estudo do tema utilizem a dinâmica “O Pecado”.
 - Apresentem o título da lição: No Pecado, um problemão.
- Perguntem: O que é pecado?
Aguardem as respostas. Não descartem nenhuma delas.
Depois, acrescentem outras informações e corrijam alguma resposta se necessário.
- Trabalhem os pontos levantados na lição de forma participativa e contextualizada.
- Para finalizar, falem: Cremos que o pecado é um problema grande, que nos separa de Deus, que não podemos vencer sozinhos, precisamos de Jesus. 
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: O Pecado
Objetivo:
Refletir sobre o pecado que originou a morte física e espiritual.
Material:
02 alunos(01 menino e 01 menina)
Frutas variadas
01 cartolina preta
Procedimento:
- Peçam para que o menino e a menina se posicionem diante da turma e falem que o casal representará Adão e Eva.
- Coloquem uma cesta com vários tipos de fruta diante deles.
- Leiam Gn 2. 15 a 17:
“E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”.

Falem: Lemos nestes versículos acerca da orientação de Deus sobre o que podiam ou não comer dos frutos do jardim.
Escolham 01 fruta e digam que ela vai representar a árvore do conhecimento do bem e do mal.
- Falem: Mas, Adão e Eva desobedeceram:
Leiam: “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”(Gênesis 3:6).
Neste momento, “Eva” deve comer parte da fruta proibida e depois passar para “Adão”.
- Falem: Qual foi o pecado?

Certamente vão falar que foi a desobediência.
- Entreguem a metade da cartolina preta para o menino e a outra parte para a menina e falem que representa o pecado.
- Depois, leiam: “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram”(Romanos 5:12).
- Peçam para que o casal distribua pedaços de cartolina preta para todos os alunos, simbolizando que todos pecaram.
- Falem: Agora, temos um problema sério – o pecado. Vamos agora estudar sobre as consequências do pecado.

Tenham uma excelente produtiva aula!
Juvenis - Currículo do Ano 1: Respostas às Dúvidas sobre a Fé Cristã
Lição 05: Quem é Jesus Cristo?

Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
- Apresentem o título da lição: Quem é Jesus Cristo?
- Em seguida, utilizem a dinâmica “Quem é Jesus?”
- Depois, trabalhem os pontos levantados na lição, buscando a participação dos alunos.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Quem é Jesus?
Objetivo: Introduzir o estudo sobre Jesus.
Material:
Palavra JESUS digitada
½ folha de papel ofício para cada aluno
Pincel atômico
05 Envelopes
Expressões digitadas: Personagem mais importante da História, Grande Filósofo, Comunista, Revolucionário Político, Idealista Religioso, Homem polêmico.
Digitar esta pergunta: “Quem dizem os homens ser o Filho do homem?”
Digitar estas respostas: Uns João Batista, Outros Elias, Outros Jeremias, Um dos profetas
Digitar esta pergunta: “E vós, quem dizem que eu sou?”
Digitar esta resposta: Uns João Batista, Outros Elias, Outros Jeremias, Um dos profetas
Digitar esta pergunta: “E vós, quem dizem que eu sou?”
Digitar esta resposta: “Tu és o Cristo, o Filho  de Deus vivo”(Mt 16.16)
Digitar: a.C(antes de Cristo)  e d.C(depois de Cristo).
Procedimento:
Antes da aula:
Enumerar os envelopes de 01 a 05
Colocar no envelope 01 as expressões: Personagem mais importante da História, Grande filósofo, Comunista, Revolucionário Político, Idealista Religioso, Homem polêmico.
Colocar no envelope 02 a pergunta: “Quem dizem os homens ser o Filho do homem?” (Esta pergunta deve estar escrita num balão de diálogo, daquele tipo de história em quadrinho).
Colocar esta resposta no envelope 03: Uns João Batista, Outros Elias, Outros Jeremias, Um dos profetas.
Colocar a pergunta a seguir no envelope 04: “E vós, quem dizem que eu sou?”
Colocar esta resposta no envelope 05: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo”(Mt 16.16)
Durante aula:
- Organizem os alunos em círculo.
- Coloquem no centro do círculo a palavra JESUS.
- Perguntem para os alunos: Para vocês quem é Jesus?
Entreguem para cada aluno meia folha de papel ofício e peçam para que eles escrevam as respostas.
- Coloquem estas respostas ao redor da palavra JESUS.
- Entreguem para um aluno o envelope 01 e peçam para que abra e leia o conteúdo e coloquem ao redor da palavra JESUS.
Personagem mais importante da história, Um grande filósofo, Um comunista, Um revolucionário político, Idealista religioso, Homem polêmico
- Falem: Estas palavras ou expressões representam aquilo que muitas pessoas sabem ou entendem sobre Jesus.
 - Entreguem o envelope 02 para um aluno e peçam para que ele abra e leia.
“Quem dizem os homens ser o Filho do homem?”(Mt 16.13b)
Esta pergunta deve estar escrita num balão de diálogo, daquele tipo de história em quadrinho.
Coloquem esta pergunta bem perto do nome JESUS, para indicar que foi realizada por Jesus.
- Falem: Esta pergunta Jesus dirigiu aos seus discípulos.
- Agora, entreguem o envelope 03 outro aluno e peçam para que leia a resposta dos discípulos(Mt 16.14)
Uns João Batista, Outros Elias, Outros Jeremias, Um dos profetas
Coloquem estas palavras ao redor do nome JESUS.
- Agora, entreguem o envelope 04 para outro aluno e peçam para que abra.
Ele vai ler: “E vós, quem dizem que eu sou?”(Mt 16.15)
- Agora, entreguem o último envelope(05) para outro aluno e peçam para que leia.
“Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo”(Mt 16.16)
Falem que esta resposta foi de Simão Pedro, um dos discípulos de Jesus.
- Falem: Estamos vendo aqui várias opiniões sobre quem é Jesus.
- Depois, façam uma breve reflexão sobre as respostas que estão ao redor do nome JESUS.
- Depois, perguntem: Por que o nome JESUS está no centro destas palavras?
Aguardem as respostas.
Espera-se que os alunos falem que a influência de Jesus sobre as pessoas é muito grande e importante e tão significativa que a História está dividida assim: a.C(antes de Cristo)  e d.C(depois de Cristo).
- Coloquem abaixo do nome JESUS: a.C(antes de Cristo)  e d.C(depois de Cristo).
- Agora, falem: Vamos aprofundar o nosso conhecimento sobre Jesus através da lição de hoje.

Por Sulamita Macedo.