RSS

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Dinâmica: A Fonte da Alegria

Objetivo: Estudar sobre a alegria cuja fonte está em Deus.

Material:
02 bexigas

Procedimento:
- Dividam a turma em 03 grupos, distribuam para cada grupo uma das perguntas abaixo:
Em que momentos vocês se sentem alegres?
O que a alegria proporciona?
O que pode servir de impedimentos para sentir alegria?
 Estipulem um tempo de 05 minutos para os grupos.
- Depois, organizem a turma em círculo e solicitem que cada grupo leia a pergunta e apresentem as respostas de forma objetiva.
- Falem: Existe uma alegria ocasionada por situações diversas e há outra diferente, que é aquela proporcionada pelo Espírito Santo, que permanece mesmo em situações difíceis.
- Para exemplificar, utilizem duas bexigas(bolas de aniversário).
Encham uma e vão soltando o ar devagar, enquanto vocês falam:
Há pessoas que ficam alegres, isto é, com a bola cheia, mas o que sentem é algo passageiro(neste momento a bola já deve estar vazia) e depois estão assim com a bola murcha.
Encham outra bola e deem um nó e falem: Há pessoas que estão sempre alegres, em qualquer circunstância (neste momento, brinquem com a bola, jogando para cima e depois batam nela, demonstrando situações de alegria e tristeza).
- Para concluir, falem: Aqui nesta demonstração há dois tipos alegria. Ambas são importantes, mas há uma alegria superior, cuja fonte está em Deus.
Leiam: “Resta, irmãos meus, que vos regozijeis no Senhor.” (Fp 3.1).

Por Sulamita Macedo.

Dinâmica: A Alegria está no ar

Objetivo: Refletir sobre os obstáculos à alegria.

Material:
Cadeiras para cada aluno
CD player ou outro objeto que emita som ou música.

Procedimento:
 - Organizem as cadeiras em círculo, com a parte das costas voltadas para o centro.
- Forneçam as seguintes orientações:
1º. Momento: cada aluno ficará em pé ao lado de uma cadeira. Ao toque de uma música ou outro sinal os alunos devem andar ao redor das cadeiras. Quando a música parar, devem procurar uma cadeira para sentar.
2º. Momento: retirar uma cadeira e fazer o mesmo procedimento do 1º. Momento. Repetir esta operação pelos menos 5 a 6 vezes. Os alunos que ficarem sem cadeira sairão da atividade.
3º. Momento:
Reflexão sobre a alegria, o entusiasmo do início da atividade.
No início havia cadeiras para todos, a alegria está disponível para todos.
Quais os obstáculos para continuar na brincadeira? Somente a retirada da cadeira? Houve algum motivo diferente? Algum colega empurrou? Você não procurou?
- Para encerrar falem sobre os obstáculos que podem impedir nossa alegria, mas enfatizem que em Deus temos alegria. E depois leiam Fp 3.1 e  4.4.

Ideia original da brincadeira das cadeiras desconhecida.

Esta versão da dinâmica por Sulamita Macêdo

0 comentários: