RSS

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Adolescentes – Currículo do Ano 2: A Família Cristã
Lição 04: Eu devo ser assim?
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Eu devo ser assim?
Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
- Para finalizar, utilizem a dinâmica “Campo de batalha”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Campo de batalha
Objetivos:
Refletir sobre as obras da carne e o fruto do Espírito.
Promover mudança de comportamento.
Material:
01 quadro ou cartolina
Palavras digitadas( 09 partes do fruto do Espírito e as 16 obras da carne)
01 lixeira
01 figura de uma  casa e de uma pessoa
01 rolo de fita adesiva
1/4 da folha de papel ofício para cada aluno
Procedimento:
- Leiam Gl 5. 17.
- Falem: De acordo com o texto lido, observamos que há uma batalha constante entre a carne e o espírito.
- Apresentem as 16 obras da carne e as 09 partes do fruto do Espírito. 
As palavras devem estar digitadas e separadas umas das outras. 
Organizem as palavras em lados contrários, simbolizando oposição.
- Falem: Para o cristão, isto é, para aquele que deseja obedecer e frutificar,  há uma solução neste campo de batalha.  Leiam Gl 5.16 “Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne”.
- Falem: Aquele que anda em Espírito, rejeita as obras da carne.
- Então, apresentem uma lixeira e peçam para que 4 alunos retirem do quadro as 16 obras da carne e coloque-as na lixeira.
- Falem: Observem o que permaneceu, apenas as 09 partes do Fruto do Espírito. É isto que devemos buscar diariamente.
- Distribuam ¼ da folha de papel ofício para cada aluno.
- Coloquem em lugar visível as figuras da uma casa e de uma pessoa. A casa vai representar a família e a figura de uma pessoa o aspecto pessoal.
- Peçam para que os alunos escrevam ações que precisam ser retiradas ou melhoradas tanto a nível pessoal e familiar.
- Solicitem para que os alunos coloquem na lixeira os papéis contendo as atitudes  negativas apontadas por eles;  as ações positivas,  simbolizando a limpeza, a pureza, a santidade requeridas para os salvos, devem ser colocadas no quadro.
- Agora leiam Jo 15.1 a 6 e I Pe 1.15.
Por Sulamita Macedo.

6 comentários:

Nicinha Almeida disse...

A paz do senhor ir sulamita Adorei essa dinâmica vou aplicar com certeza para meus alunos será de grande aprendizado que Deus continue lhe capaticando cada vez mais um forte abraço e fica na paz.

Nicinha Almeida disse...

A paz do senhor ir sulamita Adorei essa dinâmica vou aplicar com certeza para meus alunos será de grande aprendizado que Deus continue lhe capaticando cada vez mais um forte abraço e fica na paz.

Iza Ferreira Pereira disse...

A paz do Senhor querida irmã Sulamita, tenho lido sempre seus textos, são ótimos, não entendi a parte da dinâmica onde pede o material uma casa e uma pessoa dessas duas palavras quem representa os frutos da carne e do Espírito. Se puder me responder fico muito grata,, Deus lhe abençoe mais e mais. Iza Ferreira Pereira

Sulamita disse...

Nicinha Almeida, muito obrigada pela visita ao blog. Que bom que gostou e vai aplicá-la para seus alunos na aula da EBD. Volte sempre!

Sulamita disse...

Iza Ferreira, muito obrigada pela visita ao blog.
Quanto a sua dúvida:
A figura da casa é para representar a família.
A figura de uma pessoa é para representar o aspecto individual(a pessoa.
Nenhuma das figuras representam nem o fruto do Espírito e nem as Obras da Carne, pois anteriormente já foi feita a separação entre eles - o fruto permaneceu no quadro e o outro foi para a lixeira.

Voltando as figuras: são apresentadas para que os alunos percebam que vai haver atitudes positivas e negativas nestes dois aspectos familiar e pessoal, mas que eles precisam identificar, pois sendo assim eles vão analisar e refletir sobre pontos familiares e pessoais que precisam ser melhorados e outros incentivados.


Nicinha Almeida disse...

Com certeza já voltei sempre aplico as dinâmicas meus alunos adooram pela graça de Deus tenho 21 alunos e tem sido uma bênção Deus lhe abençoe