RSS

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Adultos: A Carreira que Nos Está Proposta - O Caminho da Salvação, Santidade e Perseverança para Chegar ao Céu

Lição 08: Confessando e Abandonando o Pecado

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 - Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

- Apresentem o título da lição, escrevendo no quadro: Confessando e Abandonando o Pecado. Para isto utilizem um marcador de quadro branco.

Quadro e marcador para quadro branco são recursos didáticos.

- Depois, trabalhem o conteúdo da lição.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

- Para ilustrar o estudo do tema, utilizem a dinâmica “O problema do pecado”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!


Dinâmica: O problema do pecado

Objetivo: Introduzir e concluir o estudo sobre a perspectiva humana e divina do pecado.

Material: Não é necessário

Procedimento:

- Organizem os alunos em círculo.

- Hoje, vamos estudar sobre uma parte da história de Davi, no item II.3 da lição, quando ele cometeu um erro, escondeu esse ato, mas Deus estava vendo.

- Que tal agora, vocês lembrarem qual foi este ato errado?

Aguardem as respostas dos alunos. Corrijam ou acrescentem outras informações se necessário.

- Após o breve resumo do fato, trabalhem o conteúdo da lição.

- Depois da explanção da lição, perguntem:

O que podemos falar sobre a perspectiva humana e divina do pecado na vida de Davi?

E na sua vida?

Deixem que os alunos conversem sobre isto. Observem atentamente o que eles estão afirmando.

- Para concluir, leiam:

“O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia”(Provérbios 28:13).

Por Sulamita Macedo.

Jovens: Padrão Bíblico para a Vida Cristã - Caminhando Segundo os Ensinos das Sagradas Escrituras

Lição 08: A Realidade Bíblica do Trabalho

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

- Apresentem o título da lição: A Realidade Bíblica do Trabalho. Vocês podem escrevê-lo no quadro.

Quadro e marcador para quadro branco são recursos didáticos.

- Para introduzir o estudo do tema, utilizem a dinâmica “O trabalho”.

- Depois, trabalhem o conteúdo da lição.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

 

Dinâmica: O Trabalho

Objetivo:

Refletir sobre a preguiça e o trabalho, através do comportamento do bicho preguiça e da formiga, respectivamente.

Material:

01 despertador

Figura do bicho preguiça

Figura de formigas

Versículo digitado e colado em cartolina colorida: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos e sê sábio”(Pv 6.6).

Procedimento:

- Organizem os alunos em círculo.

- Depois, perguntem:

Que horas vocês se acordam?

Acordam sozinhos?

Usam o despertador?(mostrem um despertador, façam ele funcionar)

Alguém fica chamando muitas vezes?

Que atividades fazem durante o dia?

Aguardem as respostas e anote-as no quadro ou cartolina, de forma objetiva.

- Agora, apresentem a figura de uma preguiça e peçam para que os alunos falem sobre o que eles conhecem sobre este bicho.

- Em seguida, falem: A lição de hoje vai tratar sobre o trabalho. O animal preguiça nos remete a falta de coragem para realizar as tarefas, dormir demais etc.

Daí, a razão por que o bicho preguiça nos traz alguns ensinamentos, alertando sobre as consequências na falta de ânimo e atitude para realizar as atividades cotidianas.

- Depois, mostrem a figura de várias formigas.

- Perguntem: Vocês já observaram o comportamento das formigas?

Aguardem as respostas. Espera-se que os alunos falem que elas estão sempre em atividade, trabalhando.

- Perguntem: Vocês sabem o que a Bíblia fala sobre a formiga?

Depois, apresentem o versículo digitado e colado em cartolina colorida:

 “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos e sê sábio”(Pv 6.6).

Peçam para que os alunos leiam em conjunto, depois só as meninas, só os meninos e em seguida novamente juntos.

- Para concluir aula, peguem novamente o despertador e falem: Que esta aula seja um despertador para vocês, quanto a importância do tempo para realizar tarefas, inclusive trabalhar.

- A Bíblia alerta em Eclesiastes 3:1:

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”.

- Agora, trabalhem o conteúdo da lição.

Por Sulamita Macedo.

Juvenis - Conhecendo os Livros dos Profetas

Lição 08: Amós e Obadias

Professoras e professores, observem estas orientações:  

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

- Apresentem o título da lição: Amós e Obadias. Vocês podem escrevê-lo no quadro.

Quadro e marcador para quadro branco são recursos didáticos.

- Lembrem-se que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

- Para ilustrar o tema da aula, utilizem: 

Para o item 1: a dinâmica Injustiça Social – Igual em todo tempo?

Para o item 3: a dinâmica “Princípio da Retribuição”.

 Tenham uma excelente e produtiva aula!

 

Dinâmica: Injustiça Social – Igual em todo tempo?

Objetivo:

Refletir sobre as desigualdades sociais, tratado no livro do profeta Amós e na sociedade atual.

Material:

01 rolo de fita crepe ou durex colorido

01 caixa de chocolate

Procedimento:

- Usando fita crepe ou durex colorido, façam um quadrado grande.

Solicitem para todos os alunos se posicionem ao redor deste quadrado.

- Falem: Este quadrado representa a sociedade, cujas leis definem igualdade de direitos e oportunidades para todos.

Peçam para que todos os alunos entrem no quadrado(todos os alunos devem caber dentro dele).

- Depois, façam um quadrado menor dentro do quadrado grande.

- Agora solicitem para que todos os alunos entrem no quadrado menor. Com certeza não caberá! Insistam aqueles que estão dentro ofereçam oportunidade de acesso para os demais.

Mas, é lógico, que por ser espaço pequeno não haverá a igualdade de acesso, permanecendo então a maioria no quadrado maior.

Para os que entraram no quadrado menor, distribuam 01 chocolate.

- Agora, perguntem para os dois grupos:

Como se sentiram diante deste exemplo de inclusão e exclusão social?

Agora, reflitam sobre este tipo de sociedade: uns poucos que podem e possuem muito e a grande maioria que sofre injustiça social.

- Agora falem: Isto que estamos refletindo na sociedade atual, também é o tema tratado no livro do profeta Amós.

Por Sulamita Macedo.

 

Dinâmica: Princípio da Retribuição

Objetivos:

Refletir sobre o princípio da semeadura e da colheita.

Concluir e contextualizar o tema do princípio da retribuição de Deus com relação ao povo de Edom através da profecia de Obadias.

Material:

01 cesta pequena com sementes variadas

01 copo descartável pequeno(tipo cafezinho) para cada aluno

Procedimento:

- Leiam Gl 6.7 “... tudo o que o homem semear, isso também ceifará”.

- Falem: Este é o princípio da semeadura e da colheita.

- Estudamos nesta lição sobre o princípio da retribuição de Deus com relação ao povo de Edom através da profecia de Obadias.

- Perguntem: Que tipo de sementes estamos semeado? O que estamos colhendo?

- Distribuam 01 copo descartável pequeno(tipo cafezinho) para cada aluno.

- Passem para os alunos a cesta com as sementes e solicitem para que eles retirem no máximo 05 unidades diferentes e coloque-as no copo.

- Depois, orientem para que os alunos falem sobre as ações, representadas pelas sementes, que eles desejam cultivar em suas vidas para que tenha êxito no seu relacionamento com Deus e com o próximo.

- Agora, repitam a leitura de Gl 6. 7.

- Reflitam ainda: Já imaginou a quantidade do que vocês podem receber de volta daquilo que estão plantando?

- Leiam II Co 9.6 “...O que semeia pouco, pouco também ceifará; o que semeia em abundância em abundância também ceifará.”

- Analisem ainda que há sementes que germinam com facilidade, mas há outras que precisam de cuidados especiais para que brotem.

 Depois façam uma relação disto com as sementes que estamos cultivando, quais delas necessitam de maiores cuidados e tentativas para produzir frutos.

- Para finalizar, leiam Gl 5.22.

Por Sulamita Macedo.

Adolescentes: As Parábolas de Jesus são Vivas

Lição 08: Você está Preparado?

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

2 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam as sugestões abaixo:

- Apresentem o título da lição: Você está Preparado?, escrevendo no quadro branco.

Utilizem marcador específico para quadro branco.

Quadro branco e marcador de quadro branco são recursos didáticos.

- Para introduzir o estudo do tema, utilizem a dinâmica “Festa de Casamento".

- Depois, trabalhem o conteúdo da lição.

Lembrem-se de que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

 

Dinâmica: Festa de Casamento

Objetivo: Ilustrar e estudar sobre a parábola das 10 Virgens, através de uma encenação rápida.

Material:

10 velas

05 caixas de palito de fósforos

05 caixas de palito de fósforos vazia

01 véu de noiva pequeno

Procedimento:

- Falem: A parábola das 10 virgens trata de uma festa de casamento. Naquela época e naquele lugar, o noivo ia ao encontro da noiva na casa do pai dela, levando consigo os familiares e amigos, que cantavam e conduziam tochas para iluminar o caminho, pois não havia energia elétrica. Após o encontro do noivo com a noiva, eles e os convidados iam para a festa de casamento.

- Falem: Vamos fazer aqui uma encenação sobre a parábola.

- Dependendo da quantidade dos alunos, vocês formam 01 casal(menino e menina) e os demais farão o papel das “moças prudentes e imprudentes”.

- Entreguem velas para os alunos e 01 caixa de palito de fósforos para as “moças” prudentes.

Da mesma forma, entreguem velas para os alunos e 01 caixa de palito de fósforos vazia para as “moças” imprudentes.

- Organizem um lugar para ser a casa da noiva e coloquem um véu sobre a cabeça dela.

- Peçam para que os dois grupos se posicionem formando um caminho.

- Então, peçam para que o noivo comece a caminhada até a casa da noiva.

Quando ele começar a andar pelo caminho, vocês(professores) falem alto: Lá vem o noivo.

Neste momento, os dois grupos devem acender as velas, somente 01 grupo vai conseguir(as prudentes) e seguirão o noivo até a casa da noiva.

O outro grupo que não conseguiu acender as velas deve pedir ao outro grupo palitos de fósforo, mas deve ser negado. Elas saem para comprar azeite e quando retornam batem na porta que está fechada, mas não será aberta.

- Agora, trabalhem o significado da parábola.

Por Sulamita Macedo.

Pré-adolescentes - Conhecendo o Caráter de Deus

Lição 08: Deus e a Sua Igreja

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

- Apresentem o título da lição: Deus e a Sua Igreja, escrevendo no quadro branco. Utilizem marcador específico para isto.

 Quadro branco e marcador de quadro branco são recursos didáticos.

- Para introduzir o estudo do tema, utilizem a dinâmca Vida Frutífera".

- Agora, trabalhem o conteúdo da lição.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

 

Dinâmica: Vida Frutífera

Objetivos:

Refletir sobre o cuidado que devemos ter com nossa vida espiritual e moral.

Alertar sobre a apostasia e a infidelidade a Deus.

Material:

½ folha de papel ofício para cada aluno

Procedimento:

– Distribuam a metade da folha de papel ofício para cada aluno.

– Orientem para que eles desenhem uma semente (do lado esquerdo) e uma árvore com raízes a mostra( do lado direito).

– Agora, solicitem que eles façam o seguinte:

Ao lado das raízes, o aluno deverá escrever em que ou em quem está alicerçado.

Está firmado em Deus ou sua fé está cambaleante com poucas raízes? Continua firme ou qualquer vento mais forte quer derrubá-la? É bom ter cuidado com a apostasia e com os falsos mestres.

No solo, deverá escrever qual o tipo de solo em que a semente e a árvore estão plantadas. Também como este solo tem sido tratado para que sua vida espiritual frutifique.

Na copa da árvore, deverá desenhar frutos. Que tipo de frutos tem o aluno colhido na sua árvore espiritual. Como tem se apresentado em todas as estações de sua vida?

- Depois, leiam: “Produzi pois frutos dignos de arrependimento” (Mt 3.8).

“Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado” (Jo 15. 2,3).

– Para concluir, falem: Temos plantado boas sementes em solos bem preparados, receptivos a Palavra de Deus? Não façamos como o povo de Israel, com o solo do coração endurecido, rejeitou Deus, com apostasia, infidelidade.

Por Sulamita Macedo.

Discipulando – 2º. Ciclo: Conhecendo as Doutrinas Cristãs

Lição 08: Crendo no Espírito Santo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

Vocês já sabem que a aula expositiva ou Preleção é um método que está centralizado na oralidade por parte do professor. Entretanto, esta unilateralidade da exposição não é boa, tendo em vista que somente o professor fala e os alunos escutam, escutam, escutam... tendem a se dispersar e a aprendizagem fica comprometida.

Por isso, recomendo que vocês, busquem a participação dos alunos nas aulas.

Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto. Só assim você saberá adaptar as sugestões apresentadas aqui.

- Apresentem o título da lição: Crendo no Espírito Santo, escrevendo no quadro branco. Utilizem marcador específico para quadro branco.

Quadro branco e marcador de quadro branco são recursos didáticos.

- Para introduzir o estudo do tema, apliquem a dinâmica “Espírito Santo".

- Posteriormente, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Ao trabalhar o conteúdo da lição, escrevam no quadro branco palavras-chave para chamar a atenção do aluno, utilizando lápis de cores diferentes.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

 

Dinâmica: Espírito Santo

Objetivo: Refletir sobre os tesouros que recebemos de Deus, enfatizando que o Espírito Santo faz morada naquela pessoa que aceita Jesus, como seu salvador.

Material:

01 vaso de barro pequeno

01 caixa revestida com papel dourado

¼ de uma folha de papel ofício com o nome Espírito Santo.

Procedimento:

- Leiam Gn 2.7a: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra...”

- Apresentem um vaso de barro e falem que este objeto representa nosso corpo, as pessoas, a humanidade.

Observação: dentro do vaso deve estar a caixa dourada.

- Falem: O homem gozava de um relacionamento precioso com Deus, mas com o pecado, o homem perdeu este tesouro (retire a caixa dourada do vaso).

O homem perdeu a comunhão com Deus e ficou separado dEle, porém Deus por seu grande amor proveu a religação, através da salvação por meio de Jesus Cristo.

Há dois grupos: os que não aceitam, preferindo permanecer sem o tesouro e os que aceitam, optando pelo resgate do tesouro.

Leiam II Co 4. 4, 5 e 7 e falem: Os que aceitam Jesus como Salvador, tem dentro de si um tesouro(coloquem a caixa dourada dentro do vaso).

Falem também: Desde a conversão e no caminhar cristão, o Espírito Santo vem atuando em nossas vidas e recebemos dádivas espirituais, tesouros.

- Então, retirem do vaso a caixinha dourada e peçam para que 01 aluno abra pra ver o que é o tesouro. O aluno deverá ler o que contém o papel: Espírito Santo.

- Concluam, afirmando que o assunto da lição é sobre este tesouro: O Espírito Santo.

Por Sulamita Macedo.